Toalhas Umedecidas de Uso Adulto Family Care da Cotton Line

Há um tempinho atrás recebi da Cotton Line alguns lenços e toalhas umedecidas. Na época me perguntei qual seria a diferença entre eles. Ao abrir os lenços e colocá-los em uso, reparei que eles são bem fininhos; arrumei várias utilidades para eles e gostei muito dos resultados. Inclusive tem post deles aqui no blog.

toalhas umedecidas cotton line

Já as toalhas umedecidas de uso adulto não. Elas são mais grossinhas e tem o toque mais delicado. Segundo o fabricante “as Toalhas Umedecidas de Uso Adulto Family Care da Cotton Line são fabricadas com os mesmos cuidados das toalhas infantis: dermatologicamente testadas, sem álcool e com suave fragrância. Muito macias, são perfeitas para a higiene íntima, promovendo uma agradável sensação de frescor e limpeza.”

toalhas umedecidas uso adulto cotton line

E é assim que as tenho usado. Por serem realmente macias, estou usando para remover excesso de maquiagem do rosto antes do banho e também para fazer higiene íntima. E estou gostando muito. Muito mesmo!

As toalhas de uso adulto também são maiores do que os lenços infantis, medem 22 cm X 20 cm e são super práticas de manusear por conta da embalagem flowpack. E o pacotinho vem com 40 unidades.

Queria saber se vocês tem o hábito de usar lenços ou toalhas umedecidas…
B-jinhus, Clau Speroto

Como escolher a base ideal para cada tipo de pele?

Maquiador da Natura dá dicas!!
Cores, texturas e técnicas de aplicação do produto são primordiais para uma pele bem feita, explica Marcos Costa.

1face natura

Preparem os pincéis! O maquiador oficial da Natura, Marcos Costa, esclarece algumas das grandes dúvidas das mulheres na hora de se maquiar: como escolher a base ideal. Confira as dicas do maquiador para a preparação da pele, etapa essencial para fazer a make perfeita.

Cor da base: Um erro comum das brasileiras na hora de identificar a base que mais combina com o tom de pele é fazer o teste do produto no pulso ou no antebraço, pois essa região é mais clara que a pele do rosto. “O ideal é colocar uma gota do produto na lateral do rosto, entre a orelha e o canto da boca. Depois é só espalhar bem e escolher o tom que fica mais harmônico” explica Marcos. Outra dica importante é escolher a cor sob uma luz natural, para não ter uma percepção errada do efeito do produto no rosto.

Textura da base: É imprescindível identificar a textura do produto que melhor combina com o seu tipo de pele. “Nos dias frios, a pele tende a ficar com aspecto ressecado e a base errada pode acentuar ainda mais esse problema. Por isso, se a pele for seca ou se estiver enfrentando dias mais frios, opte por produtos com acabamento luminoso”, orienta Marcos. Quem fica com a pele oleosa, mesmo no frio, pode finalizar a base com um pouco de pó ou optar por produtos 2 em 1, como o Una Duo Matific Pó e Base de longa duração.

Aplicação da base: No momento da aplicação do produto, o mais importante é espalhar na pele de forma uniforme e suave, para que a base não fique acumulada em algumas regiões do rosto. “Passe aos poucos, fazendo uma leve massagem e controlando a quantidade. A melhor base é aquela que, quando você usa, as pessoas acham que você está com a pele limpa, sem nada”, finaliza Marcos Costa.

A linha Natura UNA oferece diferentes tipos de bases, com 18 opções de tons, atendendo a todas as tonalidades e tipo de pele.

Confira alguns produtos sugeridos por Marcos Costa:

natura foto 1

Natura Una Base Líquida Matific FPS 15 – Com efeito matte, é ideal para a pele normal a oleosa, realidade da maioria das brasileiras. Sua cobertura média é perfeita para o dia a dia. Possui ingredientes exclusivos que, além de controlar a oleosidade, também tratam a pele, reduzindo a oleosidade ao longo do dia – é a única base do mercado nacional que oferece esse beneficio. Tem textura leve e livre de óleo, FPS 15 e longa duração (por até 12 horas).  São 18 tonalidades que atendem a todos os tons de peles. Preço sugerido: R$ 62,00.

natura foto 2

Natura Una Base Líquida Radiance FPS 15 – Para quem tem pele normal a seca ou procura por um acabamento luminoso, essa é a escolha certa. Tem a mesma fórmula da Base Liquida Efeito Tensor que existia na linha, porém em nova embalagem e nova fragrância. Possui o Complexo Lift Radiance, que garante efeito tensor imediato e melhora a elasticidade e a firmeza da pele em segundos, deixando- a com aparência mais jovem e iluminada. Também disponível em 18 tons. Preço sugerido: R$ 62,00.

natura foto 3

Natura Una Duo Matific Pó e Base Longa DuraçãoPermite duas possibilidades de acabamento matte, dependendo da forma de aplicação. Com cobertura leve, a versão pó é ideal para disfarçar o brilho e a oleosidade excessivos da pele. Já a versão base possui alta cobertura, perfeita para esconder poros, cobrir manchas e disfarçar linhas e rugas. Tem longa duração (por até 12 horas) e 18 opções de cores. Preço sugerido: R$ 89,90 (refil a R$ 59,00).

As novidades de UNA estão disponíveis através de uma Consultora Natura ou pela internet no www.redenatura.com.net

Decoração: Plantas Artificiais – #RadarCarioca

Muita gente tem preconceito com plantas artificiais, mas sabendo escolher na hora de comprar, elas dão um toque todo especial na decoração da casa. O ideal é procurar comprar plantas que se assemelham à natural, tanto na forma, quanto na cor, e de material que não seja plástico. São um pouco mais caras, mas definitivamente são as que ficam mais bonitas e harmonizam melhor com o ambiente. Outra coisa é: menos é mais. Quanto mais fru-fru tiver na sua planta artificial, com mais cara de artificial ela vai ficar.

plantas artificias 2– Gérberas artificiais no meu banheiro –

A escolha do vaso também é muito importante. Um vaso bonito, de vidro, madeira, espelho… dá um toque especial. Pedrinhas e cascalhos também dão um toque mais ‘real’.

plantas artificias 4– Tulipas e Bambuzinho artificiais na minha sala –

Cuidados com as plantas artificiais:

Mesmo precisando de muito menos cuidados que as plantas naturais, as artificiais também devem ter atenção, mas as dicas são simples:

  • Sempre tire a poeira desses itens com plano, água e/ou detergente neutro. Essa limpeza permite uma melhor aparência;
  • Evite usar sabão em pó, ou deixá-las de molho. Essas ações podem desbotar as plantas artificiais ou até mesmo modificar o formato delas;
  • O sol também age da mesma maneira. Quando for deixar as plantas secando, deixe-as na sombra para evitar a perda de cor. e de preferência de cabeça para baixo.
plantas artificias 3– Suculenta artificial na minha sala –

Eu particularmente adoro plantas artificiais [de qualidade e que pareça com a natural], pois traz uma alegria para os cômodos da casa sem a preocupação de ter que comprar flores toda semana, ou regar plantas e ter que colocá-las para ‘tomar’ sol todos os dias. Mostrei aqui no post algumas que tenho casa. Sim, algumas, Porque ainda tenho outras!!!

plantas artificias 1– Lavanda artificial na minha sala –

Agora vamos ver o que as outras meninas do Radar Carioca falaram sobre o tema Decoração!

radar carioca integrantes em ordem

1. Allê: Jardim Suspenso
2. Claudia Speroto: Você acabou de ler!
3. Claudiane: Decoração com Rolhas
4. Cristina: Sereismo na decoração
5. Dafne: Hoje não tem.
6. Flavia: Dourado na decoração – Home Office
7. Julia Carvalho: Decorando paredes
8. Julia Xavier: Plantas na decoração
9. Maressa: Meu Aniversário Tema Filme Valente – Dicas de Decoração
10. Monique: Meu cantinho de Beleza
11. Paloma: Decorando com porta-retratos
12. Priscila: Preto e branco


Então invista em uma planta artificial de qualidade, alegre e bonita, e seja feliz!
B-jus, Clau Speroto

DIY: Pintando moldura de quadrinho com Color Jet – #RadarCarioca

Se tem uma coisa que adoro fazer é DIY (Do It Yourself = Faça Você Mesmo)! Adoro colocar a mão na massa. Adoro inventar/copiar algo legal e fazer eu mesma! Algumas vezes dá certo, outras nem tanto…. Outras ficam uma bosta mesmo! Já fiz tanta coisa legal… pena que não registrei para postar aqui. Mas a partir de hoje tudo será diferente… Apesar que mostrei aqui neste post como coloquei, eu mesma, papel de parede na minha cozinha!

E este é o tema do nosso Radar Carioca de hoje: DIY: Faça Você Mesmo!!! E vou mostrar com fiz um DIY pintando com color jet!

diy do it yourself

– Imagem retirada do site GPL in the House

Recentemente fui comprar molduras para colocar o programa de uma peça que fui [foi tão boa que falei aqui sobre ela], mas cismei que queria nas cores vermelha e amarela. A vermelha tinha, ok! Mas a amarela estava em falta, e mesmo contrariando a afirmação da vendedora de que nenhuma tinta pegaria no material da moldura, comprei a branca para pintar em casa. Poderia ter esperado chegar? Poderia. Mas sou pisciana e teimosa, se saí de casa para comprar ‘a parada’, tenho que comprar ‘a parada‘!

pintando moldura com color jet

Daí comprei o Color Jet da marca ColorGin, por indicação da minha mãe [ela me disse que era a melhor marca, e eu acredito nela], na cor Amarelo Brilhoso.

faça você mesmo pintando moldura em casa

O primeiro passo é forrar bem área em que você vai pintar o objeto pois o vento “leva” a tinta [deixei um pedaço da minha varanda sem cobrir e acabei pintando um trecho do chão, hahaha]. Outro passo é remover da moldura o fundo e o vidro, e deixar somente a parte que será pintada.

pintando diy

Feito isso, agite bem o color jet, mantenha uma distância mínima de de 20/25 cm e aperte a válvula de forma contínua [eu tinha esta dúvida se era de forma contínua ou leves toques, mas mamis me explicou que é assim, e a distância mínima é para evitar acumular muita tinta no mesmo local e evitar de ficar escorrendo].

pintando moldura com color jet faça voce mesmo

Como sou malandra, já tinha amassado um cabide de roupas para apoiar a moldura enquanto ela secava. Uns 5 minutinhos depois e já estava tudo seco. Tirei a moldura do cabide e pintei a parte da frente [comecei pela parte de trás]. Pendurei novamente no cabide estilizado e deixei secar. 5 minutos depois, ali mesmo no cabide dei um acabamento final retocando partes que achei que precisavam.

pintando moldura com color jet do it yourself

Para me certificar que estaria bem seco, mesmo não precisando, deixei a moldura pendurada no cabide por 1 hora e só depois coloquei o vidro e o programa da peça. Uma dica para fazer isso é escolher um dia de sol, pois em tempos úmidos a tinta demora mais para secar. Outra opção é usar o secador de cabelo para acelerar a secagem. Mas seca tão rapidinho que nem precisa, né?!

faça você mesmo diy

Lembre-se: Quando terminar de usar o color jet, vire-o de cabeça para baixo e fique apertando a válvula até parar de sair tinta para evitar dela secar lá dentro e entupir seu equipamento!

E assim ficou depois de pronto, com os programas já instalados em sua nossa casinha:

quadrinhos prontos faça você mesmo diy

Esta foi minha primeira experiência usando color jet e posso falar? Adorei!!!! Já estou doida para pintar mais coisas!!!! Só não sei o que… e agora vamos ver o que as outras meninas do Radar carioca fizeram?!!

radar carioca integrantes em ordem

1. Allê: Estampa manual com carimbos
2. Claudia Speroto: vc acabou de ler!
3. Claudiane: Reestilizando o guarda roupa
4. Cristina: Transformando a Prancheta em Bloco de Recados
5. Dafne: Palavra decorativa
6. Flavia: Cadernos Personalizados – Especial Volta às Aulas
7. Julia Carvalho: Dando upgrade
8. Julia Xavier: Caixa de MDF forrada com tecido
9. Maressa: Softbox – Iluminação para fotos e vídeos
10. Monique: Triângulos na parede
11. Paloma: Porta Pinceis
12. Priscila: Quadro Paris

Quem me acompanha no SnapChat (segue lá: ClaudiaSperoto) pôde ver em tempo real eu pintando, aliás, a tinta na mão e unhas foi saindo facilmente ao longo do dia, lavando louça e tomando banho.

Mas me fale de você, qual foi o DIY mais legal que você já fez ou que gostaria de ver por aqui?
B-jus, Clau Speroto

Cerveja The Trooper 666: CERVEJA and HEAVY METAL!

Cerveja The Trooper 666: CERVEJA and HEAVY METAL!

Junte duas paixões absolutas: sua banda predileta de heavy metal – IRON MAIDEN, oras! – e cerveja de primeira qualidade. Qual pode ser o resultado? Apenas FANTÁSTICO!

iron maiden arena usei contei– UP THE IRONS! (HSBC Arena, 17/03/2016): Meu 10º show do Iron Maiden! –

Que o mercado de música física (CDs / DVDs) está quase destruído, principalmente pelos downloads ilegais, todo mundo sabe (mas quem nunca fez unzinho que seja???). Daí as bandas – especialmente aquelas mais veteranas, que arregimentaram verdadeiras legiões de fãs fiéis e devotados – passaram, nos últimos anos, a investir pesado na cenografia de seus shows, que se tornaram verdadeiros espetáculos teatrais, além de diversos itens de memorabilia (action figures, camisas, pôsteres, bandeiras, miniaturas diversas…). Mas faltava uma fronteira a ser desbravada: A BIRITA!!!

Não é nenhuma novidade que o universo do rock’n’roll & heavy metal é movido a litros e mais litros de todo tipo de bebidas alcoólicas, especialmente as de “alta octanagem”. Nos últimos anos, diversas bandas juntaram seus nomes a empresas de bebidas, que passaram a produzir itens verdadeiramente de colecionador, sob a supervisão de seus membros, lá fora e mesmo aqui pela Terrae Brasilis. Podem ser citados vinhos que levam as marcas de bandas como o Motörhead (do mítico, lendário e finado Ian “Lemmy” Kilmister), Kiss, AC/DC, Rolling Stones, Elvis Presley, Pink Floyd, The Police… Marilyn Manson assina um absinto próprio (com impressionantes 66,6% de álcool)!!!

Mas e quanto às cervejas? Aqui no Brasil bandas como Velhas Virgens, Blues Etílicos, Ratos de Porão, Sepultura, Angra, Raimundos, Nenhum de Nós (para ficar em apenas ALGUMAS!) já lançaram diversos rótulos. Lá fora, AC/DC, Motörhead, Deep Purple, Kiss, Pearl Jam, Rolling Stones também licenciaram o uso de suas marcas em rótulos diversos e, claro, o IRON MAIDEN (até parece que Steve Harris desperdiçaria a chance de embolsar mais “alguns” níqueis…)!!!

cerveja the trooper– “Half a league, half a league, half a league onward”…

Bruce Dickinson é o vocalista e letrista da banda. Além da sólida carreira na cena musical, ele também é: Historiador e Professor de História, Esgrimista, Ator, Escritor, Roteirista, Radialista, Doutor em Música, Piloto Profissional de aviões (ele pilota continuamente o Ed Force One, avião da banda, nas extensas turnês mundiais do Iron Maiden) e MESTRE CERVEJEIRO (UFA!)!!! E foi assim que, em parceria com os cervejeiros da Cheshire Robinsons Brewery, uma pequena cervejaria artesanal inglesa, ele desenvolveu e supervisionou pessoalmente a criação da THE TROOPER, a cerveja do Iron Maiden. Trata-se de uma cerveja Premium, no estilo English Pale Ale, com sabor de malte bem pronunciado, notas cítricas derivadas dos lúpulos utilizados na receita, teor alcoólico de apenas 4,7% (leve e muito refrescante) e um levíssimo amargor final. Sua cor é âmbar acobreado, forma espuma com boa persistência e possui média carbonatação (não deixa o apreciador “estufado”). Acompanha muito bem frutos do mar, camarão frito ou mesmo simples petiscos como amendoins e castanhas salgadas.

cerveja the trooper copo cheio– “All in the valley of Death… Rode the six hundred” –

No ano passado, para celebrar a expressiva marca de DEZ MILHÕES DE PINTS (1 pint -> 570mL) comercializadas (a fábrica teve que se expandir para atender a demanda do mercado mundial, ávido pela cerveja da banda!), a Robinsons lançou uma edição comemorativa especial E LIMITADA: a TROOPER 666. De diferente, uma carga maior de malte, que elevou o teor alcoólico para 6,66%!!! Seu paladar mais forte a torna indicada para acompanhar carnes com gordura (cordeiro, por exemplo), aves e massas com molhos mais complexos.

resenha cerveja the trooper 666– “Cannon to right of them… Cannon to left of them… Cannon in front of them”…

Curiosidades:

(1) A canção The Trooper, que batiza a cerveja, foi inspirada na “carga da cavalaria ligeira” britânica, ocorrida na batalha de Balaclava da Guerra da Crimeia, em 25/10/1854, em que por má interpretação das ordens dadas pelo Comandante Oficial Fitzroy Somerset (Lord Raglan), 600 cavalarianos ingleses enfrentaram tropas russas fortemente armadas e que contavam com mais de 40 vezes homens. O resultado foi desastroso, com o massacre total dos 600!

(2) As legendas das fotos são excertos extraídos do poema “The Charge of the Light Brigade” de Alfred Lord Tennyson (1854) e são eventualmente proferidas por Bruce Dickinson nos shows, ao apresentar a música.

cerveja the trooper 666 blog usei contei– “Into the jaws of Death, into the mouth of Hell, rode the six hundred”.

Enfim… Abra uma (ou duas… ou três…) e coloque a canção para tocar, em volume MUITO ALTO (os vizinhos vão gostar sim, pode confiar!). Só não se recomenda bater cabeça nesse momento – você pode derramar a cerveja!

Confira o clipe oficial da música aqui!

É isso! Até a próxima! Cheers!
Fred.